sábado, 15 de outubro de 2011

POEMA " EXÍLIO I"


Procuramos lugares orgias,
Com poucos signos
De passos contados.

Em um mundo incrédulo,
De outonos de sol
E águas ferventes.

A sorte dos anjos,
Procurando Nuvens
Em potes de doces.

O orvalho se esconde,
Da clorofila ardente
Em tempos de inverno.

Danillo Salviano

Nenhum comentário: