segunda-feira, 3 de agosto de 2009

poema"A princesa de algodão"

Meu amor quando chegar,
Olha está bela carta.
Nela está escrita,
As palavras do luar.

Essas palavras,
Pedem perdão,
De um jovem poeta,
Para a princesa de algodão.

Peço-vos perdão,
Por não está contigo,
Quando a flor do algodão,
Está a esbranquiçar.

O algodão mostra,
O amor que sentes por min,
Pobre encantador de palavras,
E que te ama sem fim.

Danillo Salviano

Nenhum comentário: