quinta-feira, 14 de maio de 2009

soneto "É ELA..."



O sol nasceu na minha janela,
O orvalho molhou meu telhado,
E um novo amor lançado,
E eu só pensando nela.

Não vejo outras iguais,
Porque o meu amor é por ela.
E o jeito doce dela,
Me marcou demais.

Ela chegou de mansinho,
E eu só de olho nela,
Espiando na janela o meu amor passar.

Não sei se é uma alusão,
Mas para o amor
Quem fala é o coração.

Danillo Salviano

3 comentários:

Lizz Marcella disse...

Sortuda a musa inspiradora deste poema hein...
beijos

and.dih. disse...

tu èh fods boy!!!
hehehe

mto loko viss!!

flws...

Danillo Gómez disse...

obg pelos elogios amigos blogueiros!


Sim Lizz, espero que a musa tenha gostado tanto quanto vc gostou!bjs Lizz at+ver.