sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

poema "VOLTAR".


Momentos voltei a passear,
Andava em espinhos e petalas.
Que feriam e curavam,
Mas as cicatrizes continuavam.

Um dicionario jogavam,
E queriam fazer voltar,
E as linhas não voltavam,
E a chaga continuava.

Rochas arremesadas,
E queriam voltar,
Mas não tinha como.
E ela machucava até sangrar.

Oh chagas abertas,
Eu queria curar,
mas não podemos voltar.

Danillo Salviano


3 comentários:

Julien Ross disse...

nossa, belíssimo poema!
GOsei do seu blog. Poste mais! Favoritei aqui. ^^
Os textos são de minha autoria mesmo.
Flw, teh mais!

and.dih. disse...

put'z mew.
mto loko..
massa mermu..
adorei..


flws..
asuhashuahs

Madaja Dibithi disse...

Nossa, belo poema mesmo ! Passarei aqui pra ler mais, passa lá no meu recém criado e dá uma comentada =]

www.madajadibithi.blogspot.com